SINDESP

BOAS FESTAS – FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO-2024

JESS-PORTAL DA NOTÍCIA-EDIÇÃO 4.088-SINDESP.ORG.BR

MUTIRÃO DE VACINAÇÃO   REALIZADO EM FORTALEZA EM 02/12 E 03/12/2023 CONTRA A COVID-19 E A INFLUENZA(GRIPE)

O número de casos de covid-19 deu um salto de quase 95% no mês de novembro o que gerou significativa preocupação das autoridades sanitárias da área de saúde   em Fortaleza(CE), mormente com o surgimento de uma nova cepa a EG.5 ou ÉRIS.

No final de semana 14 postos estavam abertos para garantir a imunização da população incluindo vacinas de rotina para todas as faixais etárias.  Se você ainda não se vacinou. Lembre-se que é importantíssimo a sua vacinação, em especial, nesse final de ano com diferentes encontros e intensas aglomerações provenientes de atividades festivas de natal e ano novo.

ORIENTAÇÃO: Para receber o imunizante bivalente contra a COVID-19 é necessário ter tomado, pelo menos, as duas primeiras doses da vacina contra a COVID-19, ser maior de 18 anos de idade e apresentar um documento de identificação com foto. Em casos de sintomas gripais leves, a vacinação pode ser aplicada, mas em casos graves recomenda-se esperar 30 dias após o final dos sintomas.

INFLUENZA A vacina contra a Influenza, conhecida comumente como vacina da gripe, pode ser aplicada em todas as pessoas maiores de seis meses de idade, incluindo gestantes e idosos, e deve ser tomada anualmente. Pessoas com sintomas gripais, como febre e coriza, devem aguardar estar totalmente saudáveis para receber o imunizante.

VACINAS DISPONÍVEIS PARA CRIANÇAS – BCG; Hepatite B; Poliomielite (VIP – inativada e VOP – atenuada); ROTAVÍRUS; PENTAVALENTE; Pneumocócica 10; Meningocócica C (conjugada); Febre Amarela; Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Varicela; Hepatite A; Tríplice Bacteriana (Difteria, Tétano e Coqueluche); PAPILOMAVÍRUS humano (HPV). FEBRE AMAELA

VACINAS DISPONÍVEIS PARA ADOLESCENTES A PARTIR DE 20 ANOS

Hepatite B; Dupla bacteriana (Difteria e Tétano); Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Dupla bacteriana (Difteria e Tétano) PAPILOMAVÍRUS Humano (HPV) e Meningocócica ACWY (conjugada), conforme esquema vacinal.

VACINAS INDICADAS PARA IDOSOS – Idosos se enquadram em um grupo de risco para determinadas doenças, que podem causas complicações graves à saúde. Além das comuns aos adultos, é importante que pessoas acima de 60 anos tomem as seguintes vacinas: Gripe – o vírus da gripe sofre mutações e a vacina é atualizada anualmente, portanto é importante se imunizar uma vez por ano. A dose pode causar efeitos colaterais, mas muito menores do que a doença. – Pneumococo – a dose é única e protege de doenças graves, como pneumonia e meningite.

ALGUMAS OBSERVAÇÕES – As vacinas contra a COVID-19 recomendadas pela OMS são altamente eficazes na prevenção de doenças graves, hospitalização e morte contra todas as cepas do vírus SARS-CoV-2 (ou seja, o vírus que causa a COVID-19), incluindo a variante OMICRON e suas SUB-LINHAGENS. Além disso, as vacinas são altamente eficazes na redução da transmissão do vírus, embora possam não impedir completamente a infecção. Por meio de redes globais de laboratórios, a evolução do vírus SARS-CoV-2 continua a ser monitorada para identificar rapidamente o surgimento de novas variantes. A OMS está em estreita comunicação com pesquisadores, autoridades de saúde e cientistas sobre como essas variantes podem afetar as propriedades das vacinas.

POR QUE ALGUMAS PESSOAS VACINADAS AINDA FICAM DOENTES? – As vacinas contra a COVID-19 são muito eficazes e deram uma contribuição importante para limitar a transmissão do vírus SARS-CoV-2 em todo o mundo. Entretanto, nenhuma vacina é 100% eficaz na prevenção da doença. Sempre haverá uma pequena porcentagem de pessoas totalmente vacinadas que ainda ficarão doentes. Entretanto, os sintomas geralmente são leves ou ausentes nas pessoas vacinadas que são infectadas.

Além disso, a proteção total da vacina começa 14 dias após a administração da segunda dose da vacina. Uma pessoa pode, então, contrair a SARS-COV-2 imediatamente antes ou logo após receber a vacina contra a COVID-19 e, portanto, não estará totalmente protegida apesar da vacinação durante esse período. POR QUANTO TEMPO DURA A IMUNIDADE FORNECIDA PELA VACINA CONTRA A COVID-19?

Os dados disponíveis sugerem que a maioria das pessoas que recebem uma série primária da vacina contra a COVID-19 (ou seja, duas doses para a maioria das vacinas) desenvolve uma resposta imunológica que proporciona de 6 a 12 meses de proteção contra a reinfecção. Para obter mais informações sobre as recomendações do SAGE sobre dosagem e reforços, consulte a atualização das recomendações da OMS sobre a vacinação contra a COVID-19. –

MESMO VACINADO DEPOIS DE DUAS DOSES – VOCÊ PRECISA MANTER TODO O CUIDADO DE PREVENÇÃO – USE MÁSCARA, CORRETAMENTE – PRATIQUE O DISTANCIAMENTO SOCIAL – HIGIENIZE AS MÃOS COM FREQUÊNCIA.

 AS VACINAS ESTÃO DISPONÍVEIS EM TODAS AS UNIDADES DE SAÚDE DE FORTALEZA E NO INTERIOR DO ESTADO DO CEARÁ.