SINDESP

Campanha Da Fraternidade 2022

JESS-PORTAL DA NOTÍCIA EDIÇÃO 2.712-SINDESP.ORG.BR

Celebrada no período da quaresma, a Campanha da Fraternidade (CF) convida a todos a imitar a misericórdia do Pai repartindo o pão com os necessitados, fortificando o espírito fraterno. A iniciativa está ligada a caminhada da quaresma como um dos modos de viver a espiritualidade deste tempo favorável.  Em 2022, a CF tem como tema “Fraternidade e Educação” e o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26). Seu início se deu na abertura da Quaresma, dia 2 de março, na Quarta-Feira de Cinzas. Trata-se, em 2022, da terceira vez que a Igreja no Brasil vai aprofundar o tema da educação em uma Campanha da Fraternidade. Desta vez, a reflexão será impulsionada pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco. 

“Ao longo da caminhada quaresmal, em que a conversão se faz meta primeira, recebemos o convite para busca os motivos de nossas escolhas em todas as ações e, por certo, naquelas que dizem respeito mais diretamente ao mundo da educação”, convida a presidência da CNBB.

Objetivo geral  – A Campanha da Fraternidade de 2022 convida a promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário.  – Objetivos Específicos  1. Analisar o contexto da educação na cultura atual, e seus desafios potencializados pela pandemia.  2. Verificar o impacto das políticas públicas na educação.  3. Identificar valores e referências da Palavra de Deus e da Tradição cristã em vista de uma educação humanizada na perspectiva do Reino de Deus. 4. Pensar o papel da família, da comunidade de fé e da sociedade no processo educativo, com a colaboração dos educadores e das instituições de ensino.  5. Incentivar propostas educativas que, enraizadas no Evangelho, promovam a dignidade humana, a experiência do transcendente, a cultura do encontro e o cuidado com a casa comum.  6. Estimular a organização do serviço pastoral junto a escolas, universidades, centros comunitários e outros espaços educativos, em especial das instituições católicas de ensino.  7. Promover uma educação comprometida com novas formas de economia, de política e de progresso verdadeiramente a serviço da vida humana, em especial, dos mais pobres. –

FONTE CNBB