SINDESP

Estudo analisa confiança no governo e comportamento em relação ao isolamento social durante a pandemia no Ceará.

Estudo desenvolvido pela Professora Cíntia Vanessa Monteiro Germano Aquino, do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), e Clayton Robson Moreira da Silva, ex-aluno do curso, atualmente, professor do Instituto Federal do Piauí (IFPI), analisa como a confiança no governo influencia o comportamento em relação ao isolamento social durante a pandemia no Ceará. A pesquisa, que teve também participação das professoras Laís Vieira Castro Oliveira (IFPI), Eveline Pinheiro Beserra (UFC) e Cláudia Buhamra Abreu Romero (UFC), envolveu 1.154 cidadãos no Estado e foi publicada na edição de 10 de maio de 2021 do periódico international Journal of Public Administration.

Os autores destacam que “ações governamentais podem ajudar a convencer as populações a participarem da resolução de problemas coletivos. No entanto, para que os cidadãos se sintam motivados a contribuir para a gestão de um problema de saúde pública, é necessário desenvolver uma relação de confiança”, fundamentam no artigo.

Os pesquisadores afirmam que “a confiança no governo afeta positivamente o comportamento dos cidadãos em relação ao isolamento social, sugerindo que o vínculo entre o governo e a sociedade, desenvolvido por meio da confiança dos cidadãos no governo, contribui para um combate mais eficaz à Covid-19”, aponta o estudo.

De acordo coma Professora Cíntia Aquino, “esse estudo evidencia a importância da pesquisa científica para o campo da Gestão Pública, uma vez que os resultados evidenciados no estudo podem auxiliar os governos no gerenciamento de crises de saúde, por meio de estratégias de comunicação e conscientização da população, aproximando os cidadãos e construindo um vínculo de confiança entre governo e sociedade” afirma.

Fonte: Notícias UVA – JESS- Edição 1.809 – sindep.org.br