SINDESP

Meios De Comunicação Social E Inventores

JESS-PORTAL DA NOTÍCIA – EDIÇÃO 2.949-SINDESP.ORG.BR

As primeiras formas de comunicação aconteceram por sinais, gestos e sons. A escrita surgiu a partir dos primeiros registros de desenhos (pinturas rupestres) em cavernas, datados de 15.000 a.C., na África. Outros registros de escrita foram encontrados em diversas partes do mundo, como os hieróglifos, no Egito, além de transcrições independentes entre as sociedades nas várias regiões da terra.

IMPRENSA – O alemão JOHANNES GUTENBERG, no século XV, provocou uma enorme revolução na modernidade: o processo de aceleração da produção de livros. Após a invenção da imprensa, imprimir e compor livros deixaram de ser práticas manuais e artesanais e tornaram-se uma produção em série mecanizada.
TELÉGRAFO: Foi criado na década de 1930 por SAMUEL MORSE, nos Estados Unidos.

CORREIO: Meio de comunicação cujo sistema envolve envio de cartas, documentos e encomendas entre remetente e destinatário. É um dos meios de comunicação mais antigos, podendo ser privado ou público.

RÁDIO: Foi inventado pelo padre gaúcho, LANDELL ROBERTO DE MOURA, apesar da invenção estar erroneamente associada ao italiano GUGLIELMO MARCONI. Embora tenha sido a sua criação patenteada no Brasil e no exterior, nem mesmo, o pioneirismo de LANDELL proporcionou condições financeiras para desenvolver e implantar um sistema de rádio no Brasil.

TELEFONE: Foi inventado por volta da década de 1860 por ANTONIO MEUCCI, que o denominou de “telégrafo falante”.

TELEVISÃO: O invento da televisão, o americano PHILO FARNWORTH fundamentou-se nas pesquisas realizadas por JOHN L. BAIRD, que em 1920 uniu componentes eletrônicos que haviam acabado de ser produzidos em várias partes do mundo e montou o primeiro protótipo de televisão.

CELULAR: Foi inventado em 1947 pela empresa de tecnologia Bell, nos Estados Unidos. Em 1956, a Ericsson reuniu diversas tecnologias e desenvolveu o celular chamado Ericsson MTA (Mobilie Telephony A).

COMPUTADOR: O britânico Charles Babbage (1791-1871), engenheiro, mecânico, filósofo e matemático desenvolveu a máquina diferencial, uma calculadora mecânica criada para calcular funções polinomiais, mas que não chegou a ser construída na época. Porém, foi o projeto que consumiu boa parte de sua vida que o levou a ser considerado o “pai do computador”: a máquina analítica.

INTERNET: O polonês Paul Baran, engenheiro-elétrico desenvolveu os fundamentos técnicos da ARPANET, em 1926 e na década de 60 teve a ideia de desenvolver os MESSAGE BLOCKS, isto é, pequenos blocos de mensagem contendo informações que são reconstruídas quando chegam ao destino final. A INTERNET é agregada ao sistema de rede que liga mundialmente milhões de computadores. É um dos meios de comunicação mais poderosos já desenvolvidos pelo homem, revolucionando a sociedade e a comunicação. A internet surgiu a partir de anotações de J. C. R. LICKLIDER, um cientista da computação dos Estados Unidos.