SINDESP

Repercussão do Falecimento do Professor Paulo Bonavides

Princípio Vital do Direito

O mundo jurídico está de luto com falecimento em 30/10/2020 de Paulo Bonavides aos 95 (noventa e cinco) anos de idade. Considerado a maior expressão, nas últimas décadas, em direito constitucional, com merecido e extraordinário respeito, reconhecimento e ícone do direito com referência forense internacional e nacional, além do seu notável caráter humano, simplicidade, humildade, solidariedade, companheirismo e outras grandes virtudes. Foi fundador do curso de Administração da Universidade Estadual do Ceará (UECE), patrono das causas trabalhistas dos professores da UECE, com expressiva dedicação, em especial, do Piso Salarial e integrante do Quadro de Honra do SINDESP. Manifestações, depoimentos, lembranças, pronunciamentos, com intenso fluxo, emanaram de diversos níveis e pontos da sociedade, das específicas cortes de justiça (STS, STJ, TJT, TJE), ministros, desembargadores, juízes, promotores, delegados de polícia, OAB, politicos, religiosos, intelectuais, empresas de comunicação, entre outros.

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro – Doutor em Direto(UFC), curso de extensão em Sociologia na Harvad University(USA) conceituado jurista, cientista político e jornalista.

Magistério: Catedrático da Faculdade de Direto (UFC), livre docente do Curso de Direto (UFC), curso de mestrado de Direito (UFC), professor titular do curso de Administração da UECE, professor visitante na Universitat Zun Koine, University of Tennesse e Universidade de Coimbra, seminário românico da Universidade de Heidelberg; professor catedrático do Instituto de Educação Justiano de Serpa.

Publicação: Direto Constitucional Norma Jurídica e Análise Lógica, Política e Constituição, História Constitucional do Brasil, Constituição Aberta, Curso de Direito Constitucional, Do País Constitucional ao País Neonacional, Teoria Constitucional da Democracia Participativa, Constituição e Normativa e outros.

Doutor Honoris Causa pela: Universidade de Lisboa, Universidade Federal do Rio De Janeiro, Universidade Nacional de Córdoba, Universidade Inca Garciaso De La Veja, Universidade de Fortaleza.

Outras Condecorações: Medalha Rui Barbosa, Medalha Teixeira de Fretas, Grande-Colar do Mérito do Tribunal de Contas da União, Medalha da Abolição e Medalha Clóvis Beviláqua, entre outras.

Natural de Patos(PB), casado com Yeda Satyro Benevides, com quem teve sete filhos (Paulo, Márcio, Clóvis, Vera, Glaúcia, Doralice e Marcília).

A diretoria do sindicato, presidida por Gilberto Leitão de Castro e Silva e filiados, lamentam o evento e solidarizam com os familiares, amigos, admiradores, com a comunidade jurídica e acadêmica de nosso ilustre imortal da galeria de honra do SINDESP.

Divulgaremos na próxima edição depoimentos sobre o professor Paulo Bonavides de colegas filiados e autoridades vinculadas ao SINDESP.