SINDESP

XII Congresso Internacional Artefatos da Cultura Negra acontecerá no período de 20 a 25 de setembro

JESS – Portal da Notícia – Edição 2.305 – sindesp.org.br

Com o tema “Democracia racial, ações afirmativas e educação: dos movimentos de luta anti-racista à universidade pública”, o XII Congresso Internacional Artefatos da Cultura Negra acontecerá no período de 20 a 25 de setembro, em formato virtual. Nesta edição, ainda sobre o efeito da pandemia, tem-se uma política nacional de genocídio da população brasileira, com foco mais forte sobre as populações negra, indígenas e periféricas.

É sobre este contexto que se pretende refletir novos e velhos desafios durante o congresso. O período de inscrição teve início no dia 23 de agosto e permanece aberto até o dia 20 de setembro. A submissão de textos e áudios podem ser realizados até o dia 25 de setembro. A divulgação dos resultados será disponibilizada no e-mail dos participantes a partir do dia 01 de novembro e a publicação do Caderno Olhares Docentes até janeiro de 2022.

O Congresso é uma realização do Ponto de Cultura ALDEIAS, Grupo de Valorização Negra do Cariri, Movimento de Arte e Cultura do Sopé e Serra do Araripe, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais do Departamento de Educação da Universidade Regional do Cariri, Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas do Instituto Federal do Ceará campus Juazeiro do Norte, Núcleo de Estudos em Educação, História, Diversidade, Raça, Etnia e Movimentos Sociais do Instituto de Formação de educadores da Universidade Federal do Cariri, e Procult/UFCA.

O evento tem como objetivo promover diálogo entre professores da educação básica, gestores públicos, pesquisadores, estudantes e integrantes de movimentos sociais, visando fortalecer o enfrentamento do racismo estrutural por meio do debate sobre a promoção da igualdade racial, das ações afirmativas e da educação, através de atividades acadêmicas, culturais e pedagógicas.

A Revista África e Africanidades (RAA) – Caderno Temático Olhares Docentes reunirá artigos de opinião e relatos de experiência em projetos de pesquisa, ensino e extensão produzidos por estudantes de cursos de licenciaturas, cursos de pós-graduação na área de Educação e docentes da Educação Básica e Superior, relatos de experiências escritos ou arquivos orais de Mestres da Cultura refletindo a relação entre educação, memória e oralidade com enfoque nas afrodescendências e conhecimentos indígenas.